Dietas da moda: armadilhas propagadas pela mídia

De um modo geral, dietas da moda prometem emagrecimento rápido e sem muito esforço. São dietas que ajudam a vender revistas, mas que não recebem apoio dos nutricionistas e médicos. Elas podem ser perigosas, uma vez que a maioria não é balanceada e pode causar deficiência de certos nutrientes. Além disso, emagrecer muito rapidamente, a menos que seja sob orientação médica e nutricional muito específica, não é saudável. Outro problema com as chamadas “dietas da moda” é que, apesar de … leia mais

Obesidade infantil – um grande perigo da vida moderna

A obesidade infantil aumentou cinco vezes nos últimos 20 anos no Brasil e já atinge cerca de 10% das crianças brasileiras. Dentre as principais consequências deste quadro, está o aumento de casos de diabetes e problemas cardiovasculares, além do aumento dos níveis de colesterol e triglicérides nas crianças. Mesmo que a criança esteja com o peso adequado, é importante estar atento, pois o seu colesterol pode estar alterado, principalmente se ela consome muitas guloseimas e biscoitos recheados, alimentos ricos em … leia mais

Porcionamento

Para a nutricionista Ana Paula Bucar, do Espaço Nutriente (www.espaconutriente.com.br), a chave do emagrecimento é o porcionamento, ou seja, a divisão do que se come ao longo do dia em porções. – Quanto mais variamos a dieta, melhor nos adaptamos a ela, sem enjoar. Logo, com o porcionamento, podemos comer de tudo um pouco. Segundo Ana Paula, uma das vantagens de se incluir as refeições congeladas light no planejamento alimentar é justamente o porcionamento, ainda mais quando os pratos trazem … leia mais

Manter um peso saudável: o grande desafio nos dias atuais

A contemporaneidade modificou nossos hábitos alimentares e comportamentais: come-se mais e se gasta menos. É como uma simples conta matemática. Seria fácil se pudéssemos apagá-la e refazê-la. Mas, de fato, os alimentos mais calóricos migraram para nossa mesa – a oferta é inesgotável em todos os locais e em todas as horas. O ”boom” da obesidade, que vem sendo alvo de estudos nas últimas décadas, não se apresenta apenas em um corpo que perde sua forma desordenadamente. Mais do que isso, … leia mais

Selênio

Vamos inaugurar uma nova seção no nosso blog sobre a importância dos principais micronutrientes. De cara, falaremos sobre os sais minerais, essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo. O mineral que marca a estréia da nova seção é o selênio, presente, principalmente, na castanha-do-pará, ostra, sardinha, peru, truta, carnes e cereais integrais. O selênio é um mineral importante na redução do risco de doenças cardiovasculares e, ainda, no retardamento dos sintomas desagradáveis do envelhecimento . Ele ajuda também na … leia mais

O que comer à noite?

Em meio a tantas informações que chegam até nós sobre alimentação e dietas, ouve-se falar com frequência que não devemos comer carboidratos à noite. É dito até que não devemos comer à noite! Bem, o próprio bom senso já seria capaz de responder essas questões. Jamais devemos dormir com fome. Isso pode ser muito pior, por desequilibrar o nosso metabolismo. Quanto à ingestão de carboidratos, controvérsias à parte, podemos afirmar que quem deseja emagrecer não deve abusar do consumo desses … leia mais

Dietas e hipertensão – parte III

Alimentos ricos em cálcio e magnésio ajudam na hipertensão? Pesquisas médicas mostram que o consumo de cálcio tem efeito anti-hipertensivo. Porém, o efeito parece ser de pequena magnitude. Entretanto, o aumento no consumo de cálcio, quando associado ao maior consumo de potássio e magnésio, e à diminuição do sódio, pode ter efeito anti-hipertensivo importante. Com base nestes resultados, recomenda-se o consumo de dois copos de leite desnatado ou um copo de iogurte desnatado por dia. O magnésio, assim como o … leia mais

Dietas e hipertensão – parte I

Sim. Diminuir o consumo de sal é uma medida que, na maioria das vezes, contribui para um melhor controle da pressão alta. Entretanto, é importante consultar um médico para verificar e acompanhar esse problema que acomete tantas pessoas. Na maioria das populações, o consumo diário de sal varia entre 8 e 15 gramas/dia. Para termos uma idéia, cada grama de sal contém 383 mg de sódio. Cerca de 30 a 50% do sal consumido vem do saleiro que usamos à … leia mais

As delícias saudáveis que vêm do mar e dos rios

Linguado Maroto, prato que faz parte da Linha Light da Congelados da Sônia Se há um alimento saudável, de fácil digestão e saboroso, em todas as formas de preparo, ele é o peixe. Não existem restrições ao seu consumo, ou seja, todos podem consumi-lo, de maneira alternada com outras proteínas ao longo da semana. Peixes possuem gorduras de excelente qualidade e poucas calorias, além de minerais importantes para o nosso organismo. Os tipos mais gordurosos (salmão, atum, sardinha, arenque etc) … leia mais

1 2