logoblog

Saiba o que é e como funciona a alimentação macrobiótica

A macrobiótica não deve ser encarada como uma dieta e sim como um estilo de vida e existem muitos benefícios que podem ser aprendidos com essa filosofia.

A alimentação macrobiótica é uma alimentação cujo objetivo é curar doenças sérias, por meio da harmonia com a natureza baseada na filosofia chinesa Yin Yang.

Os adeptos desta dieta dão preferência aos alimentos naturais, com pouco ou nenhum processamento.

Quem pretende perder de peso, pode até se beneficiar da dieta macrobiótica, já que com a redução do consumo de açúcar e aumento do consumo de vegetais e frutas, é normal a perda de alguns quilos extras.

No entanto, o grande objetivo dessa alimentação é alcançar o equilíbrio e com isso manter a saúde física e mental.

A origem da alimentação macrobiótica

Criada em 1957, pelo médico George Ohsawa, a dieta macrobiótica adapta as tradições do Oriente para a alimentação.

Por isso, nessa dieta a comida é muito mais do que apenas uma fonte de energia para as funções vitais. Ela é considerada responsável pela saúde física e mental, influenciando na disposição, personalidade e maneira de viver a vida.

Como funciona a alimentação macrobiótica?

A filosofia chinesa Yin Yang é baseada na busca pelo equilíbrio.

O Yin (negativo) e o Yang (positivo) devem sempre ser associados a fim de se encontrar a harmonia.

Na alimentação, isso é feito por meio da atribuição das energias Yin e Yang a alguns alimentos.

Por exemplo, os alimentos doces, frios e passivos são o Yin, enquanto os salgados, quentes e agressivos são o Yang.

Nessa dieta, as quantidades e proporções de alimentos Yin e Yang devem ser sempre equilibradas para atingir o bem-estar.

  • Exemplos de alimentos Yin: centeio, aveia, milho, cevada, berinjela, tomate, pimenta, pepino, espinafre, alcachofra, abóboras, cogumelos, ervilhas, beterraba, alho, couve-flor, lentilhas, pescado, porco, vaca, iogurte, natas, manteiga, margarinas, frutos, mel, açúcares, café, vinho, cerveja, chá-verde, pimenta e refrigerantes.
  • Alimentos Yang: arroz, trigo, alface, repolho, alho-poró, grão-de-bico, rabanete, nabo, cebola, salsa, cenoura, agrião, linguado, atum, salmão, camarão, sardinhas, pato, peru, ovos, leite, queijos, amêndoa, azeitonas, óleos vegetais não refinados, alecrim, vinagre, mostarda, baunilha, açafrão e sal marinho não refinado.

Benefícios da alimentação macrobiótica

Segundo os estudiosos dessa teoria, pessoas que tendem a se alimentar com mais de um grupo de alimentos, considerados Yin ou Yang, podem acabar adquirindo as características dessa energia.

Por exemplo, alguém que consome muitos alimentos Yin, os frios e passivos, pode tornar-se mais depressivas, dependentes ou relaxadas.

No entanto, equilibrando o Yin e o Yang no dia a dia, o indivíduo pode ver diferenças na sua personalidade, tendo alguns traços suavizados ou ampliados.

Além disso, acredita-se que com esse equilíbrio, é possível curar diversas doenças do corpo humano.

A alimentação macrobiótica também garante um alto consumo de fibras. Com isso, ocorre a prevenção de diversas doenças e também contribui para o bom funcionamento do intestino.

A dieta também influencia diretamente na qualidade de vida, não só através dos alimentos, mas também nos hábitos que indica.

Entre os costumes da alimentação macrobiótica, estão:

  • Dar preferência aos alimentos integrais;
  • Evitar açúcar e sal;
  • Não ingerir produtos industrializados;
  • Evitar o consumo de álcool;
  • Preferir orgânicos;
  • Consumir produtos da estação e regionais;
  • Evitar fermentos, condimentos, temperos químicos e corantes;
  • Consumir chás com consciência, entendendo que o equilíbrio é sempre importante;
  • Evitar produtos de origem animal;
  • Fazer do preparo do alimento e do consumo um momento de respeito e prazer, mastigando muitas vezes. E sempre, o autoconhecimento.

Na Congelados da Sônia não temos uma linha macrobiótica, mas temos como filosofia o fornecimento de alimentos saudáveis sem glúten, sem lactose, vegetarianos, veganos, low carb, fit e com pouquíssimas gorduras.

Tudo isso para ajudar a você manter uma alimentação saudável e equilibrada.

Você pode se beneficiar de nossa linha vegetariana, sopas que não tenham carnes e de vários complementos da linha Você é o Chef.

Caso não queira retirar de pronto as carnes, nosso cardápio de peixes é bem variado.

Uma forma de adaptação é ver a lista dos alimentos Yin e Yang e complementar os pratos com saladas utilizando legumes e folhas Yin nos pratos que sejam mais Yang ou vice-versa.

Exemplo: nosso prato canelone de acelga proteico cetogênico (linha vegetariana). Ele é Yin, então para equilibrar consuma o arroz integral com cenoura (linha Você é o Chef), tanto a cenoura quanto o arroz são Yang.

Em nosso site ao clicar no prato você terá todos os ingredientes do mesmo, assim você poderá ver, quais são Yin e quais são Yang, e poderá fazer as combinações mais equilibradas.

Dicas da Nutri

Nutricionista Alba Aragão
Especialização em Gestão da Segurança Alimentar na Cadeia Produtiva de Alimentos e Bebidas

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta