Põe no rótulo: o desafio de descobrir os ingredientes do que comemos

Nem só de Congelados da Sônia vivem as pessoas. É verdade, mesmo com a praticidade dos congelados, precisamos ir ao mercado comprar alguns alimentos necessários para a nossa rotina. O grande problema enfrentado é saber se o que está no rótulo tem no produto e se tudo o que está no produto tem no rótulo.

Um grupo de famílias criou o movimento #poenorotulo, que luta por informações mais claras nos rótulos dos alimentos. O principal motivo: evitar substâncias que causam alergias nos seus filhos. Criado em fevereiro, o grupo quer abrir os olhos da população não-alérgica para a necessidade da rotulagem correta de alimentos alérgenos, como leite, soja, ovo, peixe, crustáceos, amendoim, oleaginosas, entre outros.

O grande problema é que existe uma falta de clareza em relação à presença dos principais alérgenos alimentares nos rótulos dos produtos. As informações incompletas é uma prática das indústrias, que pode causar até a morte, dependendo do seu grau de sensibilidade a algum tipo de produto que não foi informado na embalagem. No Brasil, cerca de 8% das crianças e 3% dos adultos possuem alergia alimentar e vivem reféns de rótulos com pouca ou nenhuma informação.

Por isso, fique de olhos bem abertos ao que você consome!

Fonte: Põe no Rótulo

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta