logoblog

Os benefícios do ovo

Durante décadas o ovo foi considerado um vilão na alimentação, tendo o seu consumo condenado por muitos profissionais da área da saúde. O grande “x” da questão sempre a ideia de que ele aumenta o mau colesterol, o LDL, e a história não é bem assim. São muitos os estudos científicos que destacam as suas qualidades nutricionais e, aos poucos, ele vem assumindo o papel de alimento rico em nutrientes variados e que pode fazer parte do consumo regular das pessoas.

Nutrientes

Nutrientes como ácidos graxos poli-insaturados (ômegas 3 e 6) e monoinsaturados (todas protetoras do sistema cardiovascular pois reduzem o LDL e aumentam o HDL- “bom colesterol”), carotenoides (luteína e zeaxantina) e colina são considerados substâncias com propriedades funcionais e fazem parte deste alimento rico em proteínas de alto valor biológico, ou seja, ricas em aminoácidos essenciais. Além disso, é um alimento de baixo custo.

O ovo pode fazer parte de uma dieta balanceada sem medo, porém a forma de preparo deste alimento conta muito. As melhores maneiras de consumi-lo são cozido, pochê e até mexido, preparado em frigideira antiaderente. De todas as formas de preparo, a menos interessante é a fritura por agregar gorduras e calorias ao alimento.

Alguns benefícios…

O consumo de ovos no café-da-manhã, por exemplo, pode ser uma excelente forma de começar o dia. O ovo contribui para uma maior saciedade e pode ser um bom aliado em dietas de emagrecimento.

Para praticantes de atividade física, principalmente aqueles que desejam ganhar massa muscular, o ovo pode compor a refeição pós-treino e fornecer todos os aminoácidos essenciais necessários. Por ser rico em proteína, auxilia também na redução da perda de massa muscular em idosos.

Para as futuras mamães, a gema do ovo é fonte de colina, que auxilia na formação do sistema nervoso central do bebê. A colina também contribui para redução da homocisteína que, quando elevada, representa risco cardiovascular.

O ovo contém luteína e zeaxantina, que prvinem a degeneração macular, doença responsável por grande dos casos de cegueira na terceira idade.

Clara x gema

Na clara é encontrada a albumina. Quase metade das proteínas do ovo estão na clara. Nela não há nenhuma quantidade de gordura, é uma fonte de proteína pura.

Já a gema, além da proteína, contém o ômega 3, colina, ácido fólico e minerais. Todos eles são muito importantes para um correto funcionamento do organismo.

O ovo é um alimento universal e riquíssimo em nutrientes. O seu consumo como parte de uma alimentação saudável proporciona grandes benefícios à saúde de pessoas das mais variadas faixas etárias.

Que tal incluir o ovo nas suas refeições mais frequentemente sem peso na consciência? Experimente!

Postagens Relacionadas

4 Respostas

  1. Allyrio
    | Responder

    Olá!
    Eu malho um dia e no outro caminho na areia 40 minutos, eu como um ovo quente quase cozido com muito pouco sal e meia colher ou menos de café de manteiga e a minha pergunta seria se devo comer um também no retorno da academia ou somente no retorno e se nos dias que caminho na areia devo comer também pelo menos um no retorno.
    Atenciosamente,
    Allyrio Júnior

    • Congelados da Sônia
      | Responder

      Depende de alguns fatores, Allyrio. Qual o seu objetivo com a atividade física? Não sei se nas suas idas à academia você direciona o seu treino para a hipertrofia muscular ou se você malha para manter o peso e saúde ou para emagrecer. Como não conhecemos a sua rotina alimentar, também não sabemos dizer se sua ingestão protéica é adequada ou não.

      O que nossa nutricionista aconselha com as informações que você deu é o seguinte: comer alguma fonte de carboidrato antes e depois do seu treino na academia ou caminhada na areia é importante como fonte energia para a atividade a ser realizada, independente de qual seja, e para auxiliar na reposição de energia no pós-treino. Escolha pães integrais, frutas ou cereais e combine com uma proteína magra, se desejar. A combinação proteína + carboidrato deve existir no pós-treino também. O ovo pode ser consumido após as atividades diárias. Sugestão: que tal tirar esse pouquinho de manteiga?

      Att,
      Equipe Congelados da Sônia

  2. Nalda
    | Responder

    Boa tarde

    Eu sou clientes de vcs, sempre compros os congelados light. Vcs podem informar qual é a quantidade máxima de ovo q uma pessoa com a saude normal pode comer? Neste caso , sou eu, mas tb gostaria de saber no caso do meu pai que já infartou, e é diabético, tem alguma restrição ao ovo? E qual a qtd máxima.
    Agradeço
    Nalda

    • Congelados da Sônia
      | Responder

      Olá Nalda, tudo bom?

      Pessoas saudáveis podem consumir de um a dois ovos diariamente, desde que preparados de forma a não agregar gorduras ao alimento, como no caso do ovo frito ou então de um sanduíche do tipo “x tudo”. O preparo é muito importante. Como dito no post, preferir o ovo cozido, pochê ou mexido. Se a pessoa mantém bons hábitos alimentares, pratica atividade física e tem peso saudável, o consumo do ovo é muito bem-vindo.

      Para alguém que já teve um infarto e é diabético, como o seu pai, o controle da ingestão de gordura como um todo é muito importante e o consumo semanal de ovos deverá ser reduzido. É importante que um profissional capacitado avalie o caso do seu pai e considere os exames bioquímicos (principalmente o perfil lipídico) e a dieta dele para fazer uma recomendação com respaldo.

      Qualquer outra dúvida estamos a disposição! (:
      Att, Equipe Congelados da Sônia

Deixe uma resposta