logoblog

O que incluir na dieta para diabéticos?

A dieta para diabetes tem o objetivo de controlar os níveis de glicemia. Equilíbrio é a palavra-chave quando falamos em alimentação para uma pessoa diabética.

Para o sucesso da dieta, deve-se priorizar a redução do consumo de alimentos ricos em carboidratos simples, como açúcar refinado e mel, melaço, doces em geral e os alimentos ricos em farinha refinada, como pão, massas, bolos, biscoitos — principalmente feito com farinha branca e açúcar.

Os alimentos com alto teor de gorduras, como frituras e manteiga, podem ser ingeridos com moderação. As proteínas como carnes, ovos e queijos, devem estar presentes na dieta, porém em quantidades adequadas a necessidade nutricional do paciente. A ingestão excessiva desses alimentos pode ser prejudicial ao diabético.

O paciente diabético necessita de uma dieta individualizada e equilibrada, que priorize o consumo de alimentos ricos em fibras, como frutas com casca, vegetais frescos e cereais integrais.

Os cereais integrais devem estar presentes na dieta, com moderação. Mesmo sendo saudáveis, os cereais têm carboidratos que, em excesso, aumentam o açúcar do sangue.

Quanto às gorduras, elas também devem estar presentes na alimentação, priorizando a ingestão de gorduras saudáveis, como azeite e carnes magras, como peixes brancos e frango.

Além disso, é importante manter de cinco a seis refeições diárias, com uma boa distribuição de nutrientes em porções adequadas e com intervalos regulares de 3 horas.

Essa rotina ajuda a manter um equilíbrio glicêmico, evitando a hipoglicemia — que ocorre quando os níveis de açúcar no sangue ficam muito baixos, podendo causar tonturas, desmaios e até convulsões.

Além dos intervalos regulares entre as refeições, é recomendado que a pessoa com diabetes inicie os exercícios físicos no máximo 2 horas após as refeições, para evitar a hipoglicemia durante o período de treino.

Alimentos que devem estar presentes na dieta para diabéticos

Os alimentos que devem ser priorizados na dieta para diabetes são aqueles ricos em fibras, proteínas magras e gorduras boas, como:

  • Grãos integrais

Os grãos integrais são ótimos aliados para nos mantermos mais saudáveis. São eles: farinha, farelo ou flocos de aveia integral, linhaça em farinha ou semente, chia integral, quinoa, gérmen de trigo e gergelim.

Além de serem cereais integrais, possuem vários nutrientes, como a fibra alimentar, aminoácidos, vitaminas, minerais, ômega 3 e fitoestrógenos, que proporcionam saciedade, redução da absorção de gorduras e da glicose.

Também auxiliam na melhoria da função intestinal, da cicatrização, da redução dos níveis de colesterol, e têm funções analgésicas, anti inflamatórias, cardioprotetoras e antioxidantes. Principalmente a farinha de trigo integral, o arroz e o macarrão integrais, o arroz de grãos, flocos de aveia e quinoa.

  • Leguminosas

As leguminosas, como feijões, soja, grão-de-bico, lentilha e ervilha, são indispensáveis. Aposte também nos legumes em geral, preferindo os frescos, como alface, agrião, aspargos, rabanete, tomate, rúcula, acelga, abóbora, vagem, cebola.

  • Carnes magras

Para garantir a proteína, use peixes brancos, frango e carne bovina magra, como músculo e patinho.

  • Frutas em geral

Priorize as frutas frescas, ricas em fibras que podem ser e inteiras ou em pedaços, como tangerina, laranja, mamão, pêra, abacaxi, pêssego e maçã.

  • Gorduras boas

Aposte no consumo de frutas como abacate e coco, e óleos vegetais como azeite extravirgem, óleo de abacate, óleo de macadâmia.

  • Oleaginosas

As oleaginosas nada mais são do que vegetais que possuem muitos nutrientes indispensáveis ao organismo, assim como fibras, lipídios e gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas, que são classificadas como gorduras boas. Neste grupo incluímos: avelã, castanha do Brasil, nozes, amendoim, amêndoas, macadâmia etc.

  • Leite e derivados

É recomendado o uso de versões desnatadas e sem adição de açúcar, como leite desnatado e iogurte natural desnatado, e queijos brancos, como ricota, queijo de Minas e cottage.

Nutricionista: Suely Iglesias
@suely.iglesias | nutrisuelyiglesias.com.br
Nutricionista graduada pela UFRJ
Especialização em: Nutrição clínica, Nutrição e saúde da mulher, Nutrição e fertilidade / Membro da SBRH, Nutrição clínica funcional, Terapia nutricional e Dietética chinesa.

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta