O cuidado com as mãos

Recentemente, o termo “lavagem das mãos” foi substituído por “higienização das mãos”, devido à maior abrangência deste procedimento. As últimas notícias sobre bactérias resistentes e problemas em UTIs de hospitais deixaram um alerta: lavar as mãos ainda é a melhor solução para evitar uma série de doenças.

Por que fazer?

As mãos constituem a principal via de transmissão de microrganismos. A pele é um possível reservatório de bactérias e outros seres microscópicos, que podem se transferir de uma superfície para outra, por meio de contato direto (pele com pele), ou indireto (por meio do contato com objetos e superfícies contaminados).

Para que higienizar as mãos?

A higienização das mãos apresenta as seguintes finalidades:

. Remoção de sujeira, suor, oleosidade, pelos, células descamativas e da microbiota da pele, interrompendo a transmissão de infecções veiculadas ao contato;
. Prevenção e redução das infecções causadas pelas transmissões cruzadas.

Quem deve higienizar as mãos?

Todos devem higienizar as mãos, e não só os profissionais que trabalham em serviços de saúde e que mantêm contato direto ou indireto com os pacientes, pessoas que atuam na manipulação de medicamentos, alimentos e material estéril ou contaminado.

Estes, é claro, precisam ter um cuidado redobrado com isso.

– Podemos dizer que o brasileiro toma muito banho, mas lava pouco as mãos – diz a Dra. Gabriela Marcelino, da equipe de Nutrição dos Congelados da Sônia.

Como e quando fazer?

Podemos higienizar as mãos utilizando água e sabão (de preferência líquido), preparação alcoólica e anti-séptica.

Indicações para lavar bem as mãos:

  • Ao iniciar o turno de trabalho.
  • Após ir ao banheiro.
  • Antes e depois das refeições.
  • Antes de preparo de alimentos.
  • Antes de preparo e manipulação de medicamentos.
  • Ao chegar em casa.

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta