Mas afinal, o que é o IG (índice glicêmico) e o CG (carga glicêmica)?





O índice glicêmico (IG) é um número estabelecido para avaliar a velocidade da absorção de glicose que um alimento provoca no sangue.

Quando se diz que um alimento tem índice glicêmico alto, quer dizer que ele provoca um pico de glicose e conseqüentemente de insulina no sangue, que seria desastroso principalmente para os diabéticos.

Aliás este estudo esta dirigido ao controle de diabetes e está sendo relacionado com obesidade devido a sobra de glicose que não é levada pela insulina no sangue, que seria desastroso principalemente para os diabéticos.

O IG mostra uma qualidade do carboidrato do alimento. Alimentos com IG menor (frutas, legumes e verduras) são melhores do que alimentos com IG alto (pão, arroz, farinhas, principalmente os que não são integrais). Os alimentos protéicos e gordurosos, não tem IG ou são muito baixos, porque possuem pouco carboidrato.

Resumindo, é uma ferramenta para promoção de uma alimentação saudável. Ele mostra a forma como o carboidrato é digerido, absorvido e utilizado pelo organismo. Cada alimento possui seu próprio índice glicêmico.

A relação entre o IG e a quantidade consumida vai gerar a Carga Glicêmica (CG) deste alimento, que é o verdadeiro impacto produzido por ele no organismo.

Com a redução do CG na dieta através da escolha de alimentos de baixo IG, tem-se menor demanda na produção de insulina proporcionando melhores taxas de açucar e gorduras no sangue. Este hormônio, além de ser responsável pela absorção celular da glicose, está também ligado a deposição da gordura abdominal.

TABELA DE CARGA GLICÊMICA

Elevada 20 ou > Média 11 a 19 Baixa 10 ou <

A Congelados da Sônia utiliza este conceito no Pacote Baixo Indice Glicêmico.

Para montar o seu próprio cardápio, escolha avulso, na linha light, as refeições até 19 CG. solicite o Diário Planejado para Refeições Avulsas.

PACOTE BAIXO ÍNDICE GLICÊMICO CLIQUE AQUI.

  1. Baixa carga glicêmica CG aliado a um cardápio saudável
  2. Auxilia no aumento dos níveis do “bom colesterol”
  3. Rico em fibras e em antioxidantes
  4. Maior teor de proteínas e baixo teor de carboidratos
  5. Pratos com baixa carga glicêmica


Deixe uma resposta