Maravilha da Terra: Inhame é uma opção saudável, importante e benéfica

Escondido sob a terra, muita gente não tem ideia dos benefícios que esse vegetal pode trazer. O consumo do tubérculo, parente do cará e da batata-doce, melhora o funcionamento do sistema imunológico, a qualidade do sangue e, por ser altamente nutritivo e medianamente calórico, é uma boa opção também para quem está de dieta.

Diferentemente da batata, o Inhame tem índice glicêmico de médio para alto por isso demora mais para ser transformado em açúcar no sangue, evitando picos de insulina no organismo. É rico em fibras, tem baixo conteúdo lipídico e muitos micronutrientes. Pode muito bem fazer parte da dieta de quem deseja emagrecer e de quem quer se beneficiar dos efeitos estéticos (combate à celulite) a ele atribuídos, efeitos estes que nada mais são do que reflexo da ingestão de um alimento saudável, com capacidade antioxidante e anti-inflamatória.

Grande parte das propriedades funcionais do inhame se deve a presença de um fito-hormônio chamado diosgenina, que há muito tempo vem sendo utilizado pela indústria farmacêutica como matéria-prima para produção de corticoesteróides e esteróides sexuais (progesterona e estrogênio).

Desde que a terapia de reposição hormonal com uso do estrogênio sintético mostrou aumentar os riscos de desenvolvimento de desordens como câncer, osteoporose e mal de Alzheimer, inúmeras opções de tratamento alternativo vêm sendo pesquisadas, e o uso da diosgenina é um delas. Um estudo em humanos verificou o efeito da diosgenina na saúde da mulher na pós-menopausa e concluiu que a ingestão de inhame por 30 dias teve efeitos benéficos no status hormonal, no perfil lipídico e na capacidade antioxidante das mulheres analisadas, fatores que levam a redução do risco de desenvolvimento de câncer de mama e doenças cardiovasculares.

Em estudo com animais, o fito-hormônio reduziu os níveis de colesterol total e aumentou os níveis do colesterol bom (HDL). Além disso, melhorou as defesas antioxidantes do organismo. Esses resultados sugerem que a diosgenina é eficaz em melhorar o perfil lipídico e também proteger contra o estresse oxidativo.

É importante lembrar que não deve ser consumido em grandes porções ou juntamente com outra fonte de carboidrato. Por isso, uma boa ideia é consumi-lo como substituto do pão ou do arroz, adicioná-lo às sopas ou até mesmo na forma de purê, que fica delicioso.

Um ideia melhor ainda é dar uma conferida em nossos pratos que levam essa maravilha da terra. Assim, você aproveita os benefícios da raiz e não precisa nem se preocupar em cozinhar ;D

Coma e ame!

EXTRA: Aprenda o que observar na hora de comprar e como o vegetal pode ser consumido!

Dica da Sônia para quem vai se aventurar na cozinha:

Os tipos mais comuns de inhame são o japonês e o chinês. Na hora de comprar, preste atenção à firmeza. Se tiverem áreas amolecidas ou sinais de brotação, devem estar estragados. O inhame não precisa ser conservado em geladeira, desde que fique em um local arejado. Dura até 10 semanas, mas, se guardados no congelador, chegam a resistir por seis meses. Pode ser consumido de duas formas:

Cru

Salada: ralar, temperar com azeite, sal e limão. Se quiser, pode acrescentar outros vegetais. Suco: descascar, ralar e adicionar suco de frutas.

Cozido

Cozinhar com casca e inteiro no vapor ou na pressão. Descascar, temperar com azeite, cebolinha, salsinha e gengibre. Cozido, é usado como ingrediente de sopas, carnes, patês, pães, bolos e tortas.

Salvar

Postagens Relacionadas

14 Respostas

  1. Priscila de Brito Silva
    | Responder

    Gostaria de saber se o purê de inhame que vai manteiga e leite pode ser congelado?

    • Congelados da Sônia
      | Responder

      Olá Priscila, tudo bem? Sobre a sua dúvida, sim o purê de inhame pode ser congelado. É importante que você sempre congele a porção que você vai consumir, pois uma vez descongelado não é legal congelar novamente.

  2. Maria de Fátima dos Santos silva
    | Responder

    Gosto muito de inhame e não sabia do seus benefícios.
    Quer dizer q posso congelar pré cozido?
    Depois q descongelar posso continuar o cozimento?

    Grata bjos
    Fátima

    • Congelados da Sônia
      | Responder

      Olá Maria, tudo bem? Sim você pode. Ou se preferir cozinhe totalmente e transforme em purê, é importante por um pouco de azeite extra virgem para na hora do consumo ele ficar mais homogêneo. Outra dica é congelar em porções individuais, para único uso, assim não tem sobras.
      Espero ter te ajudado. Obrigada e tenha um bom dia!

  3. Amanda
    | Responder

    Posso fazer suco de inhame e congelar vai ter os mesmos benefícios?

    • Congelados da Sônia
      | Responder

      Olá Amanda!!
      O ideal é consumir o suco de frutas ou vegetais de uma forma geral sempre fresco, mas eventualmente consumir o congelado não tem problema.
      O congelamento de casa (doméstico) não é o mais ideal, perde-se um pouco vitaminas e minerais, mas não perde-se tudo. =D

  4. Joana D'arc Oliveira
    | Responder

    Como deve ser congelado o inhame ? Cozido ou cru ?

    • Congelados da Sônia
      | Responder

      Olá Joana!!
      É recomendável congelar tubérculos previamente cozidos ou pré cozidos e guardar na porção que será usada, pois depois de descongelar não é recomendável recongelar.

  5. Ligia Sousa Pessoa
    | Responder

    Olá Boa tarde!Tudo bem?Gostaria de saber se posso congelar o inhame cru,e quando quiser descongelar e cozinhar?Aguardo noticias.

    • Congelados da Sônia
      | Responder

      Olá Ligia! Infelizmente não podemos ajudá-la pois não oferecemos serviços de consultoria, mas indicamos os serviços do Sebrae Regional.

  6. Agnes Zicarelli de Oliveira
    | Responder

    Plantei inhame em meu quintal, brotou e de muuuito certo. Tenho agora perto de 3 kilos e só eu gosto desse tubérculo. Ou é um risoma? Posso congelar cru? inteiro?
    Obrigada pela atenção.
    Agnes.

    • Congelados da Sônia
      | Responder

      Olá, Agnes, tudo bem?

      Segundo a Anvisa é uma raíz/tubérculo:
      Raízes e Tubérculos: batata, batata-doce, beterraba, cará, cenoura, gengibre, inhame, mandioca, mandioquinha, nabo e rabanete.

      Como conservar: Os inhames não precisam ser mantidos em geladeira pois se conservam em condição natural por até 10 semanas, desde que mantidos em local arejado, escuro e seco. Quando colocados em geladeira doméstica, devem ficar na parte inferior, dentro de sacos de plástico. Se houver formação de gotículas de água dentro da embalagem recomenda-se perfurá-la com um garfo.

      Para congelar, lave-os bem, descasque-os e cozinhe-os até que fiquem macios. Amasse até formar um purê. Se quiser, acrescente margarina na proporção de 1 colher (de chá) para cada ½kg de inhame e misture bem. Coloque em vasilha de plástico tampado e leve ao congelador, onde pode ser mantido por até 6 meses. Para descongelar deixe-o em temperatura ambiente ou descongele diretamente durante o preparo do prato.

      Abraços,
      Equipe Congelados da Sônia

  7. sheila luna freire
    | Responder

    Eu adoro inhame e nao sabia de suas propriedades. Mais uma que apendi com voce.

    • Congelados da Sônia
      | Responder

      Olá, Sheila!

      Que bom que gostou. Agora, consciente dos benefícios, dá até um gostinho a mais, né?! 😀

      Att,
      Equipe Congelados da Sônia.

Deixe uma resposta