Entenda o que é o índice glicêmico

Macarrão cru, que tem alto índice glicêmico, e tomates, que têm baixo índice glicêmico
O índice glicêmico de massas é alto e o de frutas e legumes é baixo. Entenda!

Sabe quando você come aquele prato super bem servido de macarrão e uma hora depois já está com fome? Isso acontece porque os carboidratos presentes nas massas têm alto índice glicêmico. Esse indicador mede a velocidade com que o açúcar dos alimentos cai na corrente sanguínea, e é muito importante para quem deseja ter uma alimentação saudável e balanceada.

Como usar o índice glicêmico

Massas, pão, arroz e farinhas não integrais, açúcar, batata inglesa, biscoitos, doces e chocolate são alguns dos alimentos com alto índice glicêmico. Quando ingeridos, o açúcar presente neles chega muito rápido ao sangue e causa um pico de glicose. Nosso corpo então libera insulina para baixar a quantidade de glicose, o que é especialmente ruim para quem tem diabetes.

Como tudo acontece muito rápido, nosso corpo não tem tempo de processar o carboidrato ingerido, que acaba virando gordura acumulada principalmente na região abdominal, claro! Isso aumenta os riscos de doenças cardiovasculares.

Por outro lado,massas e grãos integrais, frutas, legumes e verduras têm baixo índice glicêmico, o que significa que seus açúcares são absorvidos e processados mais lentamente pelo organismo. Dessa forma, a taxa de glicose no sangue fica mais estável e a sensação de saciedade dura mais.

Quer dizer então que não devemos consumir alimentos de alto índice glicêmico? Não é bem por aí. O segredo de uma alimentação saudável é justamente o equilíbrio, por isso é importante conhecer também a carga glicêmica de cada alimento. Ela mede o impacto do carboidrato no organismo e é resultado da relação entre o índice glicêmico e a quantidade consumida. Para mais informações, consulte um especialista.

A Congelados da Sônia têm pratos com carga glicêmica adequada, que ajudam no controle de açúcar

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta