Dieta low carb: quais alimentos são indicados?

Atualmente, algumas dietas e estratégias alimentares ganharam milhares de adeptos e, com isso, muitos nutricionistas em atendimento à demanda precisaram buscar aperfeiçoamento e conhecimento científico para melhor orientá-los.

Por outro lado, a mídia divulga modelos de dietas e receitas que muitas vezes não têm embasamento científico e nem representam indicação ou orientação do profissional habilitado, que é o nutricionista (SILVA, 2019).

A dieta low carb inicialmente foi muito divulgada para o emagrecimento e até hoje é bastante utilizada com este objetivo, mas estudos têm evidenciado resultados benéficos para alguns indivíduos também no tratamento de doenças e distúrbios metabólicos, como a síndrome metabólica, câncer, hiperlipidemias e intolerância à glicose (Gilberto & Tavares, 2018).

O objetivo dessa dieta é que o corpo utilize prioritariamente a gordura como fonte de energia e, para isso, o principal mecanismo é o controle da glicose sanguínea, o que traz benefícios para os agravos citados acima.

Além disso, esta modalidade tem mostrado efeitos como maior controle do apetite e redução da retenção hídrica.

Alguns estudos também encontraram evidências de remissão da diabetes e controle glicêmico, mas ainda há necessidade de mais pesquisas e evidências (Izidoro, 2020; Sessa & Ferraz, 2019).

O que é a dieta low carb?

Na dieta low carb, há a redução – e não eliminação – da quantidade de carboidratos a serem consumidos. Por isso, a dieta precisa de um aporte maior de proteínas e lipídios de boa qualidade para atender à necessidade calórica do indivíduo, podendo chegar a ser uma dieta cetogênica.

Entre suas variações, o que têm em comum é que o principal nutriente da alimentação deve ser a proteína – obtida de fontes como as carnes, ovos e laticínios – seguida de gorduras “boas” para a saúde, como o azeite.

Dietas da proteína muito conhecidas, como a do Dr. Atkins e Dukan, introduzem uma restrição de carboidratos, aproximando-se da dieta low carb, porém há algumas diferenças importantes, como a eliminação total de carboidratos em algumas fases da estratégia e a ausência do controle da quantidade deste nutriente.

Existem ainda muitas dúvidas em relação a quais alimentos podem ser consumidos na dieta low carb, os que devem ser evitados, e a quantidade a ser consumida.

E, para isso, o nutricionista deve, antes mesmo de prescrever o plano alimentar, apresentar as opções alimentares e receitas, conhecer os hábitos alimentares, a cultura alimentar e a alimentação da região do seu paciente.

É importante também determinar a quantidade de carboidrato que deve ser consumido, já que existem três tipos de dieta low carb:

  • Liberal: são consumidos de 50 a 100g de carboidratos por dia;
  • Moderada: consumo de 20 a 50g de carboidratos por dia;
  • Restritiva: consumo menor do que 20g de carboidratos por dia.

Assim, os alimentos permitidos são:

  • Proteínas de alto valor biológico, como carne vermelha magra, peito de frango, peixes, ovos, whey protein isolado, embutidos (salsicha, mortadela, linguiça, peito de peru, etc.);
  • Frutas com carboidratos de baixo índice glicêmico (morango, amora, mirtilos, cereja);
  • Lacticínios integrais (creme de leite, cream cheese);
  • Gorduras boas (nozes, azeite, óleo de coco, abacate, salmão, atum e sardinha);
  • Vegetais e folhas verdes (couve, rúcula, alface, agrião, etc.);
  • Vegetais não amiláceos (couve-flor, rabanete, brócolis, alho-poró, aspargo);
  • Maionese;
  • Leite de coco;
  • Frutos do mar;
  • Gelatina sem açúcar;
  • Adoçantes (sucralose e aspartame);
  • Café;
  • Chás sem açúcar (camomila, erva doce, etc.);
  • Água sem gás.

Mas é de extrema importância a atenção com os alimentos proibidos, que não podem ser consumidos em exagero, como:

  • Ovos;
  • Bacon;
  • Linguiça frita;
  • Açúcar;
  • Trigo;
  • Produtos diet;
  • Alimentos integrais, como arroz e pão produzidos com farinha de trigo integral.

Além disso, bebidas como álcool, refrigerantes diet, light ou zero, iogurte e as leguminosas como feijão, lentilha e grão de bico também devem ser evitados durante a dieta low carb.

Ethel Cristina Souza Santos

Ethel Cristina Souza Santos
Mestre em alimentação, nutrição e saúde- INU/UERJ
Especialista em saúde coletiva-IESC/UFRJ
Nutricionista clínica, esportiva e materno infantil
Docente na graduação e pós-graduação em Nutrição e Nutrologia
Coordenadora do curso de Nutrição da UNESA-Taquara/RJ
Proprietária da NUTRIQUALI Consultoria e Cursos e do Espaço NUTRIQUALI saúde e bem-estar
@ethelsantosnutricionista

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta