logoblog

Dieta cetogênica: o que é como funciona

Caracterizada pela eliminação de quase todos os alimentos ricos em carboidratos e o aumento do consumo de alimentos ricos em gorduras boas, a dieta cetogênica é utilizada para reduzir o peso e tratar doenças como obesidade, diabetes do tipo 2, prevenir convulsões e crises de epilepsia.

Quando a dieta cetogênica surgiu?

Também conhecida como dieta keto, a dieta cetogênica foi desenvolvida na década de 1920, nos Estados Unidos, como parte do tratamento de epilepsia refratária em crianças. Desde então, também passou a ser indicada por profissionais para pessoas que desejam emagrecer e consumir alimentos mais saudáveis.

Como a dieta cetogênica funciona?

O nome da dieta cetogênica vem da cetose, uma espécie de queima de gordura induzida pelo corte dos carboidratos e, consequentemente, da glicose.

Ao excluir pães, massas, arroz, doces, tubérculos e outros alimentos que são fontes importantes de carboidratos, o glicogênio reservado nos músculos e no fígado se esgota em poucas horas.

O organismo ainda precisa de uma fonte de energia para manter suas funções e, para isso, passa a quebrar as gorduras da dieta e a que está armazenada no tecido adiposo.

Essa gordura se converte em ácidos graxos que, quando chegam ao fígado, transformam-se em corpos cetônicos, que passam a servir de fonte de energia às células do corpo.

Em geral, pessoas que estão praticando a dieta cetogênica costumam ingerir menos de 50g de carboidratos por dia, uma redução drástica se considerarmos que, normalmente, os indivíduos costumam ingerir cerca de 200g ou mais desse nutriente diariamente.

O que você precisa saber sobre a dieta cetogênica

Agora que você entendeu como a dieta cetogênica funciona, vamos detalhar alguns aspectos importantes para quem pretende adotá-la na alimentação.

  • A ingestão de frutas é restrita pois elas são ricas em carboidratos;
  • Outra orientação é comer apenas quando estiver com fome;
  • Também recomenda-se não contar calorias. Uma das características principais da dieta cetogênica é respeitar a saciedade e fome, sem estipular a quantidade do que deve ser ingerido;
  • É fundamental aumentar ingestão de água para 2 a 3 litros por dia;
  • Os vegetais sem amido, ovos e carnes podem ser incluídos na dieta cetogênica;
  • Na hora de escolher um lanche intermediário, o ideal é dar preferência para complementos à base de nozes e abacate.
  • Em média, uma pessoa adota a dieta cetogênica por cerca de 3 meses.

É importante ressaltar que, assim como a maioria das dietas restritivas, esse tipo de alimentação deve contar sempre com a supervisão e a orientação de um nutricionista para evitar efeitos colaterais e garantir os resultados positivos.

Conheça mais benefícios da dieta cetogênica:

  • Diminui os níveis de triglicerídeos

Os triglicerídeos (TG) são moléculas específicas de gordura e são encontradas especialmente em pessoas que têm uma alimentação rica em carboidratos. Elevados índices dessas moléculas são causas de doenças crônicas, doenças cardíacas e aumentam o risco de AVC.

  • Aumenta o colesterol bom

As lipoproteínas de alta densidade (HDL) compõem o colesterol bom e são importantes para transportar o colesterol da corrente sanguínea para o fígado, onde ele é descartado.

  • Controla os níveis de açúcar no sangue

Como apontamos no início do texto, a dieta cetogênica traz benefícios para quem sofre com a diabetes. Isso acontece porque esse estilo de alimentação controla os níveis de açúcar no sangue e o corpo deixa de precisar de tanta insulina.

  • Controla a pressão arterial

O aumento da pressão arterial está ligado a diversas condições perigosas, como acidentes vasculares cerebrais, doenças cardíacas, perda de visão, insuficiência renal e outras doenças. Quando indicada pelos médicos, a dieta cetogênica ajuda a baixar a pressão arterial.

  • Diminui os sintomas da síndrome metabólica

Todas as condições citadas acima – acrescidas da obesidade abdominal – são característicos da síndrome metabólica, um alerta vermelho para diabetes, doenças cardíacas e neurodegenerativas.

Com a implementação da dieta cetogênica orientada por um médico especialista, todos esses sintomas podem ser tratados de forma assertiva e completa.

Dieta cetogênica emagrece?

Embora muitas pessoas fiquem em dúvida se a dieta cetogênica emagrece, a resposta é sim, pois os carboidratos estão presentes na maioria das refeições e cortá-los reduz as calorias consumidas diariamente.

Além disso, a cetose consome a gordura corporal, o que também ajuda na perda de peso e na diminuição da gordura abdominal. Outro benefício direto da dieta cetogênica para o emagrecimento é o controle do apetite, já que uma dieta rica em gorduras proporciona uma maior sensação de saciedade.

Mas, lembre-se que só é saudável permanecer com esse tipo de cardápio por um período específico de tempo (no máximo 3 meses).

Alimentos permitidos e proibidos na dieta cetogênica

Como você viu, a redução de carboidratos é a principal característica dessa dieta, que age de uma forma semelhante à low carb.

A principal diferença entre as duas é que na dieta cetogênica há um consumo maior de gorduras boas com o objetivo de compensar a falta de carboidratos e garantir o funcionamento correto do organismo.

Assim, na dieta cetogênica é indicado aumentar o consumo de alimentos como abacate, coco, azeite de oliva, amêndoas, nozes e sementes.

A quantidade de proteínas presentes no cardápio também deve corresponder a 20% da alimentação diária, como carne, frango, peixe, ovos e queijos, por exemplo.

O cardápio da dieta deve ser realizado com a orientação de um nutricionista, que poderá calcular a quantidade ideal de carboidratos que devem ser consumidos no dia.

Após a definição do cardápio feito por um profissional, o ideal é consumir alimentos frescos em refeições balanceadas e saborosas.

Refeições congeladas facilitam rotina com dieta cetogênica

Muitas pessoas tendem a desistir de uma nova dieta só de ler tantas orientações a respeito de alimentos específicos para um cardápio cetogênico. Mas, você sabia que essa adaptação pode ficar bem mais simples com as refeições congeladas?

Além da facilidade de escolher uma grande variedade de pratos e ter apenas que descongelar para comer, você economiza o tempo que gastaria entre fazer compras e cozinhar.

Uma das empresas especializadas neste tipo de refeição é a Congelados da Sônia, que possui um cardápio amplo e um kit de refeições à base de proteínas e vegetais para quem é adepto da dieta cetogênica.

O kit é uma opção especialmente prática. São 10 refeições com sabor caseiro para te auxiliar na perda de peso, acelerar o metabolismo e controlar a saciedade. Conheça alguns dos pratos:

Lasanha de Pupunha à Bolonhesa Low Carb

Massa de puro palmito recheada com bolonhesa de carne, mussarela sem lactose e presunto. Coberta com mais mussarela e parmesão!

Canelone de acelga protéico

Acelga recheada com creme de abóbora, ovo mexido, enriquecido com suculentos pedaços de alcachofra, coberta por molho de tomate caseiro, salpicado com castanha de caju.

Torta Souflê de Legumes

Nossa Torta Souflê de Legumes é uma omelete recheada com muçarela sem lactose, cenoura, aspargos, tomate, champignon e azeitona picada.

Frango com Berinjela à Parmegiana Low Carb

Peito de frango grelhado coberto por berinjelas assadas, molho de tomate caseiro, mussarela sem lactose e parmesão.

Carne Assada com Purê de Couve-Flor e Espinafre Low Carb

Carne assada cozida lentamente em baixa temperatura, ao molho ferrugem à base de pimentões. Acompanha purê de couve-flor e espinafre enriquecido de queijo provolone.

Clique aqui para conhecer mais opções do cardápio para dieta cetogênica e tenha alimentos saudáveis e deliciosos para o almoço e jantar.

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta