Dia da Mulher: como se alimentar bem a vida toda

Mulher sorridente praticando corrida ao ar livre

Ser mulher é fazer tudo ao mesmo tempo: cuidar da saúde e da alimentação, trabalhar, fazer exercícios, administrar a casa e a família, namorar… e ainda lutar pelos seus direitos. É por isso que o Dia da Mulher, comemorado no dia 8 de março em todo o mundo, é tão importante. Aqui na Congelados da Sônia, a gente celebra o mês das mulheres ajudando você a ter uma boa alimentação a vida toda, para nunca ficar sem energia para ir atrás do que quer.

Você já sabe que alimentação balanceada é sinônimo de saúde, bem-estar e prevenção de doenças. Mas a verdade é que cada nutriente e alimento tem um papel diferente durante as fases da vida da mulher, de acordo com o que o corpo precisa em cada idade.

Dicas de alimentação para meninas

Na infância, as meninas precisam de vitaminas e minerais para garantir o crescimento e desenvolvimento do corpo, além de boas doses de aminoácidos e cálcio, encontrados em proteínas de boa qualidade, leite e seus derivados.

O ideal é incentivar desde cedo o consumo de frutas e vegetais de uma maneira agradável, aos poucos, sem forçar os alimentos, para despertar o interesse da menina em se alimentar bem. Já na adolescência, a alimentação pode ajudar na prevenção da acne e da anemia, além de contribuir para o bom funcionamento dos órgãos reprodutores.

Alimentação saudável a vida toda

A partir da fase adulta, fica mais difícil para a mulher controlar o peso corporal, principalmente pela tendência maior de acúmulo de gordura na região abdominal. Por isso, é indicado escolher alimentos naturais, de preferência sem corantes, e evitar frituras, gorduras de má qualidade e alimentos excessivamente calóricos.

Uma boa pedida é aumentar a ingestão de fibras para ajudar no bom funcionamento do intestino, e ingerir alimentos ricos em cálcio e vitamina D para reduzir e prevenir os sintomas da osteoporose. Para ajudar na TPM, aposte em gorduras insaturadas, soja e seus derivados.

Quando chega a melhor idade, é hora de redobrar o cuidado com a alimentação e o bem-estar. A mulher deve conversar com seu médico e nutricionista para saber se é preciso tomar suplementos vitamínicos e também minerais. Isso porque às vezes o apetite diminui e ela não consegue suprir as quantidades necessárias de nutrientes pela alimentação.

 Dica da Gabi: A prática de atividade física deve ser incentivada em todas as fases da vida, porque estimula o organismo a produzir hormônios e elimina calorias extras, entre outros benefícios.

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta