TELEVENDAS: RJ (21) 3461-9779 / 3878-8838 | SP (11) 4007-2196 (21) 9 9996-6578
Dicas saudáveis

Consumo de carboidratos, Treino e Resultados

Há uma crença que o consumo de carboidrato é benéfico somente para exercícios de longa duração, porém, o uso de carboidratos em exercícios anaeróbios, como treinamento de força, é essencial para a melhora do rendimento e hipertrofia muscular.


A ingestão de carboidratos varia de pessoa para pessoa, dependendo do nível de atividade física. No geral, deve-se priorizar o consumo de carboidratos ricos em fibras, açúcares não refinados e vegetais.


O consumo adequado de carboidratos é fundamental para reposição de glicogênio muscular, manutenção dos níveis de glicose sanguínea durante o exercício e redução de alterações negativas no sistema imunológico.


Tanto nos exercícios de curta ou longa duração, o glicogênio muscular é a fonte primária de energia, seguida do glicogênio hepático, quando depletados o organismo utiliza ácidos graxos livres e uma pequena porção de proteínas (proteólise/catabolismo). Logo, a deficiência de carboidratos na dieta depleta rapidamente o glicogênio muscular e hepático, afetando o desempenho físico, chegando à fadiga mais rapidamente e facilitando o catabolismo muscular.


Quando há consumo de carboidrato após o exercício, as concentrações de glicose e insulina no sangue aumentam. A insulina, por sua vez, aumenta a captação de glicose pelos músculos, facilitando o ganho de massa magra por potencializar também respostas hormonais de testosterona e GH (hormônio do crescimento).

Resumindo, priorize sempre refeições completas, aquelas que associam carboidratos e proteínas em todas as refeições. Assim, conseguimos fazer estoque de glicogênio (carboidrato) na nossa musculatura ao longo do dia e não é preciso ficar tão preocupado com comer imediatamente após o treino, como o observado, com frequência, nas academias.

E se você ainda acha que dieta para quem pratica atividade física se resume a batata doce como fonte de carboidrato, não precisa se desesperar. A batata doce é um excelente alimento, mas não é insubstituível.
100g de batata doce tem aproximadamente 18g de carboidrato;
100g de mandioca tem aproximadamente 28g de carboidrato e
100g de arroz integral tem 25g de carboidrato.
Sendo, todos carboidratos com a mesma característica de absorção.

Dieta não se resume a consumir só um tipo de alimento, procure sempre uma orientação profissional.

 Raquel Mota nutricionista

Raquel Mota - Nutricionista

CRN9 16451   CRN4 17100952

Nutrição Clínica, Esportiva e Estética.

compartilhe essa postagem em suas redes sociais!

Postagens relacionadas

Light ou diet? Eis a questão de muita gente que deseja emagrecer

Outra dúvida muito comum entre os que não veem a hora de perder uns quilinhos e ficar com a saúde em dia e de bem com a pró

Leia mais

Cardápio Saudável para a Melhor Idade

A dieta saudável está indicada em todas as idades, mas é um fator ainda mais importante para a terceira idade. Pensando nessa

Leia mais

Que adoçante devo usar?

Muitas pessoas têm dúvidas sobre que tipo de adoçante devem usar. Também é comum ouvir comentários sobre ev

Leia mais

faça parte da nossa comunidade

NÃO PERCA NENHUMA NOVIDADE

ENCONTRE-NOS POR AQUI TAMBÉM!

Rua São Luis Gonzaga, 2063, Benfica

Rio de Janeiro - CEP 20910-063


TELEVENDAS

RJ (21) 3461-9779 / 3878-8838

SP (11) 4007-2196

(21) 9 9996 6578

2ª A 6ª - 9:00 ÀS 17:00