logoblog

Conheça os benefícios do cacau

Diferentemente do que muitos imaginam, o cacau tem origem amazônica e não centro-americana.

O cacau já era consumido há 5,5 mil anos, de acordo com uma pesquisa desenvolvida por vários arqueólogos equatorianos e franceses, que chegaram a encontrar restos de uma grande cultura no sudeste do Equador.

Quem descobriu o cacau?

Tudo começou na América Latina.

Os 4.000 anos de história do chocolate começaram na antiga Mesoamérica, o atual México e foi naquela região que as primeiras plantas de cacau foram encontradas.

Os Olmecas, uma das primeiras civilizações da América Latina, foram os primeiros a transformarem a planta de cacau em chocolate.

Quem trouxe o cacau para o Brasil?

O cacau chegou à Bahia em 1746, quando um colonizador francês que vivia no Pará, Luiz Frederico Warneau, enviou algumas sementes da variedade “Forastero” (do grupo Amelonado) ao fazendeiro baiano Antonio Dias Ribeiro, que as semeou no município de Canavieiras. Em 1752, foram plantadas as primeiras sementes em Ilhéus.

Quais são os benefícios do cacau?

O consumo regular do cacau pode trazer vários benefícios para a saúde, ajudando a melhorar o humor, a circulação sanguínea, regular os níveis de açúcar no sangue e proteger a saúde do coração, já que possui ação anti-inflamatória e antioxidante.

Ao comer chocolate o cérebro é estimulado a liberar o neurotransmissor chamado serotonina, que passa as informações para os neurônios em nosso cérebro.

A serotonina é responsável pela sensação de felicidade e prazer e o chocolate é um dos precursores deste neurotransmissor, estimulando sua liberação.

É por isso que o consumo de chocolate é associado ao bem-estar.

É importante lembrar que para obter os benefícios do cacau, o ideal é consumir 2 colheres de chá de cacau em pó por dia ou 40 g de chocolate amargo, o que equivale a aproximadamente a 3 quadradinhos.

A recomendação é comprar chocolates que tenham pelo menos 60% de cacau em sua composição.

Mas atenção no consumo

Lembra-se que é preciso cautela no consumo, pois assim como qualquer outro alimento consumido em excesso ele pode trazer riscos à saúde devido à presença de gordura saturada, principalmente em chocolates brancos e ao leite.

Para uma dieta saudável, é recomendado o consumo de apenas uma porção de açúcares e doces por dia.

O consumo em excesso pode sobrecarregar o fígado, provocar náuseas, enjoos, refluxo gastroesofágico e gastrite e até causar intoxicação alimentar. A indisposição gástrica costuma castigar mais as crianças e também é maior nos dias quentes.

Assim como a cafeína, o chocolate também é um estimulante e por conta disso as pessoas têm mais ânimo para as atividades do dia a dia, mas é preciso cuidado para evitar o consumo exagerado.

Conheça outras vantagens:

  • Reduz a pressão arterial: influencia a produção de óxido nítrico, que está relacionado com o relaxamento desses vasos sanguíneos;
  • Ajuda no controle de peso: auxilia no controle do peso, pois ajuda a diminuir a absorção e a síntese de gorduras. Além disso, ao ingerir o cacau, é possível ter maior sensação de saciedade;
  • Previne a demência: esse benefício está relacionado com a presença de teobromina no cacau, que é um composto com atividade vasodilatadora que favorece a circulação de sangue para o cérebro, ajudando a prevenir doenças neurológicas como demência e Alzheimer, por exemplo. O cacau também é rico em selênio, um mineral que ajuda a melhorar a cognição e a memória;
  • Controla o colesterol: as substâncias antioxidantes presentes no cacau ajudam a regular os níveis de colesterol circulante, o que ajuda a evitar a deposição de gordura nos vasos, prevenindo a formação de placas de ateroma e desenvolvimento de doenças cardiovasculares;
  • Melhora o humor: o cacau é composto por teobromina, cafeína, feniletilamina e a tiramina, que é um precursor do triptofano, que por sua vez é precursor da serotonina, o neurotransmissor relacionado com a regulação do humor, ritmo cardíaco, sono e apetite. Dessa forma, o cacau pode ajudar a melhorar o humor e combater os sinais e sintomas de depressão e ansiedade;
  • Previne a trombose: e proporciona a melhora o fluxo de sangue que diminui o risco de formação de coágulos sanguíneos devido ao seu teor de flavonoides;
  • Diminui o risco de diabetes: alguns estudos indicam que o cacau poderia tornar a digestão dos carboidratos mais lenta a nível intestinal, além de proteger as células responsáveis pela produção de insulina no pâncreas e melhorar a secreção de insulina. O consumo de cacau também pode diminuir a resistência à insulina, o que diminui o risco de diabetes;
  • Evita a anemia: por ter ferro no cacau o seu consumo regular pode ajudar a evitar a anemia;
  • Regula o intestino: o cacau também possui flavonóides e catequinas que chegam ao intestino grosso, que podem aumentar a quantidade de bifidobactérias e lactobacillus, que são bactérias boas para a saúde e que exercem efeito prebiótico, ajudando a melhorar o funcionamento do intestino;
  • Diminui a inflamação: o cacau é capaz de diminuir o dano celular causado pelos radicais livres e a inflamação.

Agora que você já sabe dos benefícios do cacau, que tal se beneficiar de forma saudável?

Patrícia Brigagão Mendes
CRN4/1972
Nutricionista clínica e comportamental

Instagram: @patriciamendesnutricionista
E-mail: [email protected]
Contato: (21) 998444298
Atendimento em Copacabana

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta