Chás: quais os benefícios e cuidados ao consumir?

A nutricionista Raquel Marques afirma que os chás emagrecedores, além de ótimos aliados no processo de emagrecimento, trazem inúmeros benefícios à saúde, pois possuem ação anti-inflamatória, antioxidante, diurética, termogênica, diminuem a ansiedade, compulsão e aceleram o metabolismo.

Mas, para alcançar o objetivo, é importante que o uso seja prescrito por um profissional e utilizado de forma correta, associado à reeducação alimentar e atividade física.

Quente, frio, infusionado ou em sachê: essas são as principais formas de consumir os chás, uma bebida milenar chinesa que ganhou vários adeptos ao redor do mundo. Os chás são poderosas fontes de nutrientes para a saúde, com inúmeros tipos, versões, sabores e combinações de produtos.

Feitos à base de ingredientes naturais, como plantas, ervas e flores comestíveis, além de frutas e especiarias, essas bebidas têm diversos benefícios para o bom funcionamento do corpo e são fontes de agentes antioxidantes poderosos, protegendo o organismo e prevenindo doenças.

Manter uma vida saudável nem sempre é uma tarefa fácil, principalmente para as pessoas que não são adeptas de exercícios físicos e que possuem hábitos alimentares inadequados.

Essas práticas acabam contribuindo para o desenvolvimento de diversas doenças, entre elas a obesidade e o sobrepeso.

Os problemas com a balança fazem com que essas pessoas busquem por resultados mais rápidos e satisfatórios em pouco tempo.

Com isso, muitas vezes sem auxílio e orientação de um profissional, o uso de chás emagrecedores acaba sendo a opção dessas pessoas, já que são bebidas termogênicas e recomendadas como aliadas no processo de emagrecimento.

Porém, chás termogênicos consumidos em quantidades acima do recomendado trazem prejuízos à saúde.

A nutricionista alerta que tomar essas bebidas de forma indevida pode acarretar algumas disfunções no organismo, como intoxicação, infertilidade, eliminação de eletrólitos importantes, sobrecarga renal, arritmias, entre outros.

Raquel explica sobre a função dos chás emagrecedores que mais costumam ser utilizados para a perda de peso e aponta os perigos que cada um pode oferecer à saúde, se consumidos de forma incorreta.

Confira:

Chá verde

Acelera o metabolismo, desintoxica e desincha o corpo, favorece a microbiota intestinal, auxilia na defesa do organismo e, por ser rico em cafeína, possui efeito termogênico.

O chá verde é contraindicado para gestantes, pacientes renais, hepáticos ou cardiovasculares, ou que possuem gastrite, úlceras ou pressão alta.

Chá de hibisco

Antioxidante, anti-inflamatório, diurético, regula o intestino, reduz o colesterol, é antidepressivo, contra a pressão arterial e auxilia na digestão.

Porém, é contraindicado para gestantes e mulheres que desejam engravidar.

Chá de canela

Ajuda a controlar o colesterol e diabetes, estimula o sistema imunológico, é termogênico e alivia os sintomas da TPM.

O chá de canela é contraindicado para gestantes, pacientes renais, pessoas com hipoglicemia e hipertensão arterial.

Chá de gengibre

Melhora a digestão, alivia náuseas, é anti-inflamatório e melhora o sistema imunológico.

Não é indicado para pessoas com excesso de gases, inchaço do estômago, azia e náuseas.
Chá de anis estrelado

Melhora o sistema imunológico, a digestão, combate infecções e fungos.

Este tipo de ingrediente é contraindicado para gestantes, lactantes, crianças e hipertensos, pois os efeitos incluem náuseas e vômitos.

O chá faz parte da vida da maioria das pessoas e hoje é uma das bebidas mais consumidas no mundo. Para saber mais sobre os tipos de chás e seus benefícios para a saúde, assista à nossa live no Instagram da Congelados da Sônia.

Nutricionista Raquel Marques
CRN: 131 00 347
Nutricionista / Pós-Graduada em Nutrição Clínica /
Coach de Emagrecimento / Nutrição Funcional / Fitoterápico
Tel: (21) 96489-6393 – e-mail:contatonutri.raquelbarbosa@gmail.com
Instagram: @nutriraquelmarques

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta