Azeite de oliva: outro ex-vilão festejado pelos apreciadores da boa alimentação

O azeite de oliva é um daqueles alimentos que, por muito tempo, foi visto como vilão para a saúde, por ser do grupo das gorduras, e que hoje é saudado como um aliado do coração. Sendo muito calórico, o óleo deve ser consumido com moderação para que se aproveite bem os seus benefícios.

Nos bons supermercados brasileiros, encontramos hoje centenas de marcas de ótima procedência e com diferentes indicações de uso dependendo do sabor. Dicas básicas são observar se o azeite comprado é mesmo extra virgem e se o índice de acidez é preferencialmente inferior a 0,5%.

Rico em gorduras monoinsaturadas – que auxiliam na limpeza das artérias, protegem o coração e contribuem para afastar o risco de infarto -, o azeite é muito utilizado por populações do mediterrâneo que apresentam elevada expectativa de vida. Estudos também sugerem que o óleo ajuda na prevenção de artrite reumatoide e câncer de intestino.

O consumo diário ideal não deve ultrapassar três colheres de sopa, lembrando que uma colher de sopa contém 90 calorias.

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta