Alimentos fontes de proteína vegetal





Proteína é um dos nutrientes mais nobres e necessários a manutenção da saúde. Nosso corpo não faz estoque e por isso precisa ter um consumo regular todos os dias de alimentos que sejam fontes desse nutriente. Ele é importante para manter a saúde muscular, aumenta a saciedade auxiliando nos processos de emagrecimento, diminuindo a perda de massa muscular em idosos e ajudam o nosso corpo na formação de hormônios e enzimas importantíssimas para todo funcionamento adequado.

A sua importância é tão grande que hoje, várias pessoas, quando vão informar o que consomem já não dizem mais que comem carne, frango ou peixe, falam que comem “uma proteína”. Só que proteína não existe apenas em produtos de origem animal. Também encontramos proteínas em leguminosas e cereais e tubérculos. Em menor quantidade sim, mas tão eficiente quanto as proteínas de origem animal. Sendo o importante nesse caso a combinação, porque os alimentos de origem vegetal não possuem todas em um único alimento, mas quando juntamos dois pelo menos, garantimos que essa proteína fique completa como a proteína animal.

Vantagens de alimentos ricos em proteína vegetal:

*Não possuem gorduras saturadas, que aos serem consumidas em excesso, podem levar a aumento do colesterol, problemas em artérias artérias e aumentar o risco de infarto.

*São fontes de gorduras mono e poli-insaturadas como as do ômega-3, 6 e 9.

*Ajudam a regular o funcionamento do intestino, por serem ricas em fibras.

As proteínas vegetais são facilmente encontradas em leguminosas (todos os tipos de feijões, ervilha, lentilha, grão de bico e soja), nos cereais (arroz, aveia, quinoa, cevada, amaranto), em sementes e oleaginosas (castanhas, amêndoa, nozes, abóbora, girassol,) e em algas.

Alguns exemplos dos benefícios desses alimentos:

  • A ervilha é excelente fonte de proteína, de fácil digestão, livre de glúten, com pouca quantidade de gordura e baixo potencial alergênico.
  • Batata é um outro alimento que possui proteína e, não à toa, tem chamado a atenção, principalmente da indústria de suplementos, porque a sua proteína isolada consegue ajudar no controle da glicose no sangue.
  • Grão de bico é uma outra fonte que se destaca pela variedade de preparações em que pode entrar: saladas, caldos, cremes, no lugar de farinhas em receitas, ele é um verdadeiro coringa na cozinha.
  • Tofu e outros alimentos a base de soja, que servem para enriquecer o valor proteico de qualquer preparação. E é um alimento que possui outros benefícios, principalmente para mulheres na menopausa.
  • Os feijões e lentilhas possuem grandes quantidades de proteína e ajudam muito no controle da saciedade, e possuem uma substância que ajuda a diminuir a compulsão por doces por exemplo.

O importante é o equilíbrio e o planejamento das refeições. Fazendo as escolhas certas, se consegue ter toda a quantidade de proteína necessária, aproveitando seus benefícios extras, em qualquer período da nossa vida.

Nutricionista Luciana Novaes 


Deixe uma resposta